Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Giorgio Romano Schutte

Possui graduação e mestrado em Relações Internacionais pela Universidade de Amsterdam (1987) e doutorado em Sociologia pela Universidade de São Paulo (2003). Atualmente é Professor Adjunto III, Coordenador do Curso de Relações Internacionais (BRI) e membro do corpo docente do Programa de pós-graduação em Ciências Humanas e Sociais (PCHS) e do Bacharelado em Ciências Econômicas (BCE) da Universidade Federal do ABC (UFABC). Foi Técnico em Planejamento e Pesquisa e Coordenador da área de estudo de economia e política internacional do IPEA. Atuou como professor em RI do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo e consultor senior do Banco Mundial como Regional Advisor na América do Sul da Aliança de Cidades/ Cities Alliance. Ocupou cargos na administração pública federal (Presidência da República) e municipal (Prefeituras de São Paulo e Santo André). Tem experiência na área de Ciências Sociais, com ênfase em Relações Internacionais, atuando principalmente nos seguintes temas: economia política internacional, América do Sul, globalização, geopolítica da energia, governança internacional, políticas públicas, sindicalismo, empresas multinacionais, reestruturação produtiva e integração. Membro do Grupo de Estudos da Conjuntura da Fundação Perseu Abramo (FPA), do Grupo de Reflexão sobre Relações Internacionais (GR-RI) e do Grupo de Conjuntura Internacional da USP (GACINT). Membro da Associação Brasileira de Relações Internacionais (ABRI).

Lattes


Publication by same author

2003-2013 Uma Nova Política Externa

Year: 2016
Category: Ciências Sociais
Por que se pode dizer que o Brasil teve uma nova política externa, a partir dos primeiros anos do s
Fim do conteúdo da página